28/06/2010

Jovens Evangélicos também se Divertem!!!

28/06/2010

Os embalos de sábado à noite podem ser diferentes. Os jovens cristãos mostram que é possível se divertir sem abrir mão de palavrinhas mágicas como “obediência” e “limites”. É claro que nem todos seguem os conselhos dos pastores e alguns são até apelidados de “terra” ou de “raimundos” – crentes com um pé na Igreja e outro no mundo. Mas como a maioria se sente vigiada 24 horas, tanto pelos irmãos quanto por Deus, prefere não ultrapassar a linha invisível que separa a vida espiritual e a mundana.
A preparação dos jovens cristãos para as festas do final de semana se parece com a de qualquer outro jovem. Eles juntam dinheiro, vestem roupas da moda e marcam encontros. Uns até formam grupos do Bolinha e da Luluzinha, como é frequente na juventude. Mas basta passar da porta de casa para tudo mudar. As opções de lazer não devem incluir os verbos “ficar”, “fumar” e “beber”. Drogas, então, nem pensar.
Para dançar, só se for ao som de músicas gospel. Todos os encontros são acompanhados de orações, abraços e lágrimas. Lágrimas de arrependimento ou de alegria.
Os jovens dançam, sentam no chão, cochilam nos ombros dos amigos, colocam o assunto em dia e fazem amizades. Mas também pensam no que fazem ao longo da semana, refletem sobre o comportamento dentro de casa, na escola, no trabalho e na Igreja. “Deus não habita em locais que não edificam seu nome, lugares de alegria passageira. A diferença entre um show de Diante do Trono, por exemplo, e outro do ‘mundo’ é que, depois daqui, eu não corro o risco de me acidentar, não fico de ressaca moral, nem física. Ainda mais, encontro amizades verdadeiras”, conta Ana Katarina Barbosa Calado, 18 anos, moradora de Caruaru.
Quando não há festas aos sábados, é possível visitar outras igrejas, programar sessões de cinema na casa dos amigos, ir a uma lanchonete ou juntar um grupo para tocar violão.

Segundo eles, passar dos limites está fora da moda ditada por Jesus Cristo há mais de 2 mil anos. “Eu me converti há uns 10 anos. Quando eu me alimento espiritualmente, a vida tem mais sentido”, afirma Davyd Marcondy, 21 anos, da Igreja Vale da Benção.
Os "amassos" sem compromisso e o sexo antes do casamento devem passar longe dos momentos de diversão dos jovens evangélicos. Para a maioria deles, ser objeto de desejo por uma noite ou perder a virgindade antes do tempo traz sofrimentos emocionais e espirituais. É claro que a juventude crente pode namorar. Na maioria das vezes, no entanto, os jovens cristãos demoram mais tempo para escolher um parceiro. Ao todo, 88, 9% dos protestantes apóiam a castidade, segundo a pesquisa inédita Juventude, Religião e Política na Baixada Fluminense.

Amor à primeira vista pode até acontecer entre duas pessoas num evento de massa, mas antes que o namoro se concretize, eles são orientados pelos pais e pela Igreja a orar bastante e jejuar até ouvir a "confirmação" de Deus. “Ninguém quer ser usado como um copo descartável. Todo mundo quer ser especial.


Mensagem compartilhada pelo irmão Rogério.

7 comentários:

Sarah disse...

Muito legal a matéria! :)

Restaurados para amar. disse...

Parabéns é isso aí! juventude que faz a diferença sem deixar de viver, isto é viver com qualidade. Estou seguindo este blog e convido a vc participar do meu blog a paz.http:restauradoparamar.blogspot.com

JUNINHO disse...

Na boa, Eclesiastes 11

7 Doce é a luz, e agradável é aos olhos ver o sol.

8 Se, pois, o homem viver muitos anos, regozije-se em todos eles; contudo lembre-se dos dias das trevas, porque hão de ser muitos. Tudo quanto sucede é vaidade.

9 Alegra-te, mancebo, na tua mocidade, e anime-te o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas Deus te trará a juízo.

10 Afasta, pois, do teu coração o desgosto, remove da tua carne o mal; porque a mocidade e a aurora da vida são vaidade.
Eclesiastes 12

1 Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos em que dirás: Não tenho prazer neles;

2 antes que se escureçam o sol e a luz, e a lua, e as estrelas, e tornem a vir as nuvens depois da chuva;

3 no dia em que tremerem os guardas da casa, e se curvarem os homens fortes, e cessarem os moedores, por já serem poucos, e se escurecerem os que olham pelas janelas,

4 e as portas da rua se fecharem; quando for baixo o ruído da moedura, e nos levantarmos à voz das aves, e todas as filhas da música ficarem abatidas;

5 como também quando temerem o que é alto, e houver espantos no caminho; e florescer a amendoeira, e o gafanhoto for um peso, e falhar o desejo; porque o homem se vai à sua casa eterna, e os pranteadores andarão rodeando pela praça;

6 antes que se rompa a cadeia de prata, ou se quebre o copo de ouro, ou se despedace o cântaro junto à fonte, ou se desfaça a roda junto à cisterna,

7 e o pó volte para a terra como o era, e o espírito volte a Deus que o deu.

8 Vaidade de vaidades, diz o pregador, tudo é vaidade.

POR VAFOR LEIA.
http://pastorguedes.blogspot.com/2011/06/igreja-nunca-ganhara-o-brasil-para.html

FELIPE ANDERSON DOS SANTOS disse...

parabéns toda iniciativa eh digna de parabéns pois o mundo incentiva os jovens a fazerem justamente o contrário...!!!

Anônimo disse...

Eu adorei o que eu li, e eu achei muito bom ouvir o que na verdade não são conselhos e sim verdades. que deus continue voa abençoando.

leidiane disse...

muito bom o jovem precisar realmente saber que a vida não é só curtição,pois Deus deixou tempo determinado para todas as coisas,tem que prezevar e cuidar do seu corpo,alma ,espirito,pois o Senhor quer encontra uma juventude de compromisso com Ele,que vivar em santidade e seja fiel.amei este blog muito bom mesmo!!!!Que Deus abençoe!

@daydarocha disse...

Sou jovem, sou evangélica e tenho muito orguho disso. *-*