6 de jun de 2011

Como vivemos no presente mostra onde está nossa esperança

Por: Diácono Gláucio

Durante muito tempo o povo evangélico  - eu inclusive - viveu esperando pela volta de Cristo. Esperando pelo dia triunfal e maravilhoso em que o Senhor Jesus virá buscar a sua igreja e levá-la para um lugar sublime; onde as ruas são de ouro, o mar é de cristal, um lugar sem mais dor, nem tristeza, nem doença, nem morte. A nova Jerusalém apocalipse 21, 22. E adorar eternamente àquele que era, que é e que a de ser. 

   Não há nada de errado com esta expectativa, porém, a Palavra de Deus diz que “nós somos sal da terra e luz do mundo”; luz deste mundo, sal desta terra e não do céu.
   Veja o que diz em Mateus 5:16 “...assim brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem ao vosso pai que esta nos céus”.
Realizar boas obras não vai nos salvar. Mas nós fomos salvos para realizá-las.
 
Deus nos deu dons, talentos e habilidades para serem usados aqui, para a gloria dEle.
Deus nos resgatou para impactar o mundo com nosso modo de viver.
Deus nos chamou para o sucesso, não para o fracasso; sucesso é quando você acerta o alvo, fracasso é quando você erra.
Deus não escreveu história triste para ninguém. Ele fez um caminho sobremodo excelente, para que andemos por ele; um caminho de vida abundante, plena e feliz.
Você já parou para pensar no quanto é difícil ser um sucesso, de um modo honesto e digno, nos tempos de hoje? 
 “Ganhar dinheiro honestamente é pregar o evangelho”. (Russel H. Conwell)

Será que é preciso tomar uma “geladinha” com o patrão, para não perder a tão esperada promoção?
Será que é preciso dizer palavrões, piadas obscenas, fumar um cigarrinho, para não ficar sem aquele “amigo” tão desejado?
Será que é preciso receber aquela propina, para ser igual ao seu companheiro de trabalho?
Será que é preciso não pagar as próprias contas, viver de favores e não ter uma vida digna para mostrar que é “crente”?  
 Será que é preciso desprezar o bom evangelho de Cristo para ser bem-sucedido na vida?

Creio que não “Podemos minimizar nossas perdas e dores através do conhecimento”. (Gláucio)
 
“Portanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos no presente século, sensata, justa e piedosamente, aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus, o qual a si mesmo se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniqüidade, e purificar para si mesmo um povo exclusivamente seu, zeloso de boas obras.
Dize estas cousas; exorta e repreende também com toda a autoridade. Ninguém te despreze”. (Tito 2.11-15)
 
“Aquele que tem ouvidos ouça  o que o Espírito diz as igrejas.”
 
Onde deve estar nossa esperança?

-- na palavra de Deus. (números 23.19)
-- nas bênçãos que Ele nos prometeu. (Isaias 65.13,14)
-- no futuro que Ele preparou para nós. (Isaias 1:19; Deuteronômio 28:1-14)
-- na eternidade. (Isaias 65.17-25;apocalipse 2:7, 11, 17,26-28; 3; 5, 21)
 
Como devemos viver então?
 
Trabalhar, projetar e planejar o futuro, como se Cristo só voltasse daqui a cem anos. (provérbio 16:1).
Vigiar como se Ele voltasse daqui a pouco. (Mateus 24:36-25:46)

“Toda transformação começa Pela renovação da mente”.
Eu creio nisso!!!
 

 

Nenhum comentário: