27 de jul de 2009

A importância do perdão

27/07/2009
Por: Vanessa Lopes

Perdoar não é uma tarefa fácil, exige da gente um esforço muito grande.
Quem poderia sentir vontade de perdoar alguém que magoou, alguém que abandonou, alguém que traiu, alguém que matou...
É por isso que o perdão não pode ser visto como um sentimento, pois na verdade é um mandamento de Deus, é uma atitude que não depende da nossa vontade.
É através dessa atitude difícil que Deus começa a realizar curas no nosso interior.

Quando Jesus esteve na Terra, por diversas vezes nos ensinou o perdão:

Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete. (Mateus 18:21-22)
Ou seja, não há limites para o perdão, devemos estar sempre prontos a perdoar.


Ele nos ensinou a oração mais famosa entre os cristãos: o pai nosso. Uma das frases dessa oração nos mostra que o pecador é um devedor espiritual:
E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores; (Mateus 6:12)
E logo depois, Ele complementa assim:
Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas. (Mateus 6:14-15)
Nesse texto, fica bem claro que Deus nos perdoa da mesma maneira que perdoamos as pessoas.
Você quer que Deus perdoe os seu pecados? Então primeiro perdoe quem falhou com você.

Até no momento da crucificação, Jesus foi capaz de perdoar aqueles que o crucificaram. Perdoou todos que zombaram dele, multidões que foram atrás dEle até o calvário só para ver a sua derrota. E olha que NINGUÉM pediu perdão a Ele...
E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. (Lucas 23:34)


Perdoar significa deixar de considerar o outro com desprezo ou ressentimento. É ter compaixão, deixando de lado toda a idéia de vingar-se daquilo que foi feito ou pelas conseqüências que sofremos.
Perdoar é essencial ao nosso bem estar interno e ao testemunho externo da igreja.

Não perca mais tempo, perdoe aquele que falhou com você, para que o pai do céu possa lhe perdoar também.
Sei que não é fácil, mas é necessário.

Nenhum comentário: