22 de fev de 2010

Seja Um Jovem Diferente

22/02/2010
Existe entre os jovens um sentimento comum de que eles são diferentes. Tento entender o que é ser diferente.

Bom, ser diferente é ter linguagem e visual próprio. É usar piercings, roupas grandes, tatuagens, falar gírias, mandar torpedos, mostrar a barriga, dormir tarde, estar plugado na Internet e outras coisas mais. Para mim está claro que isto não é ser diferente, é ser igual.

A grande maioria dos jovens faz isto. Não existe nenhum problema em ser igual, porém observo que jovens que são iguais a muitos outros acham que são diferentes. Nessa sociedade, onde os valores são mutantes, e não são levadas em consideração as necessidades de hábitos relevantes para um relacionamento coletivo saudável, onde o eu é mais importante do que o nós e o meu é mais importante do que nosso, ser igual é um problema. Precisamos de jovens que sejam diferentes. O que é ser diferente? Bom, ser diferente é não ser igual. Afinal a juventude é igual ou diferente?

Ser diferente em nossa sociedade é cultivar bons hábitos como: amizade verdadeira isenta de interesses, não usar as pessoas para alcançar os desejos pessoais, valorizar a unidade na família, investir em crescimento constante no relacionamento diário, vitórias na vida profissional, onde todos os colegas sejam beneficiados, ações pessoais em que os semelhantes menos favorecidos recebam ajuda.

Ser diferente hoje na nossa sociedade é amar a Deus de todo coração. Sem esta prática a realidade torna-se cruel e sem dúvida é a maior responsável pelo caos estabelecido na vida moral dos brasileiros. Para ser um jovem diferente é preciso buscar os valores divinos que a Bíblia nos traz. É preciso conhecer o modelo de vida vivido e ensinado por Jesus. É necessário romper com padrões impostos por desconhecidos em filmes, seriados e canais de tv, que não se preocupam com pessoas, mas com o numero de telespectadores, onde o bom senso não tem prioridade por não gerar ‘ibope’.

Viver dominado por valores divinos é manter-se longe dos valores profanos. É não ser escravo da pornografia que domina a Internet e que faz dez milhões de viciados em sexo no Brasil. (fonte: Revista Veja). É adorar a Deus e não ao seu próprio corpo. É procurar novos amigos e não parceiros sexuais, é reconhecer seus erros e não aceitá-los como normais. Jesus Cristo tem uma proposta de vida diferente para a juventude.
O padrão estabelecido pela sociedade é destrutivo e conduz os homens ao inferno.

Para onde você está caminhando? Todos nós estamos caminhando para um julgamento – o Julgamento Final, e responderemos pelos erros cometidos.

No livro de Tiago capítulo 2, versículo 13 a Bíblia nos diz “porque será exercido juízo sem misericórdia”. Você sabe qual erro o levará ao inferno? Não reconhecer Jesus como Salvador e dono de sua vida. Quando isto acontece os sintomas são diversos: o descaso com a família, o abuso do próximo em práticas sexuais, o uso inadequado do próprio corpo com bebidas alcoólicas, drogas, anabolizantes, etc.
A mentira, a cobiça, a inveja, são desejos e sentimentos que são comuns nos jovens e que deveriam ser tratados como prejudiciais e inaceitáveis. O jovem deve rejeitar pensamentos e condutas que excluem o respeito ao próximo, negar uma postura de vida onde Deus não esteja no comando absoluto. Ser diferente é caminhar com Deus, falar sobre Deus e amar a Deus sobre todas as coisas. Ser diferente é ser apaixonado por Deus.

Romanos 12: 2 “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”.


Fonte: www.ebdonline.com.br

Nenhum comentário: