16 de mar de 2010

Prisioneiros cristãos da Eritréia dão testemunho do bem em meio ao mal

16/03/2010
Contêiner prisão na Eritréia


Numa tentativa para pôr fim a todo testemunho cristão de fé e erradicar todas as igrejas fechadas em 2002, o governo eritreu mantém preso pelo menos 2 mil cristãos.

Esses crentes estão detidos em prisões, campos militares e celas por toda Eritréia. Muitos deles enfrentam severas punições sob a forma de tortura física e emocional, exposição a choques elétricos e falta de comida, sanitários e medicamentos. Tudo isso por recusarem a renunciar Cristo. Até o momento, sabe-se que seis crentes morreram sob essas circunstâncias.

Cristo prometeu que estaria com aqueles que sofressem pelo bem do Seu nome. Na Eritréia, Deus mostra-se fiel para aqueles que não se envergonham dele.

Mostrando aliança

Um destes cristãos, Amanuel, que tem quarenta anos, está na Prisão Militar de Assab há dois difíceis anos. Toda vez que os comandantes militares oferecem a Amanuel a oportunidade para ir para casa se ele negar sua fé em Cristo, ele corajosamente recusa. Todas as suas recusas levam a terríveis torturas. Um dia, o comandante-chefe do campo chamou Amanuel e perguntou por que ele escolhe a agonia do campo e continua recusando a oferta de ir para casa. Ele também perguntou a Amanuel sobre a fonte de sua força.

Amanuel sorriu para o comandante e disse:

– Querido comandante, como posso negar a Jesus, o qual, desde o dia que acreditei nele e o segui, amou-me de todo o seu coração e nunca me tratou injustamente de forma alguma?

O comandante riu de suas palavras, mencionando sua miserável situação na cadeia:

– Você vai me dizer que é assim que Jesus ama você?

Novamente, Amanuel sorriu para ele e disse:

– Bem, para mim, este não é um lugar de miséria e infelicidade. Este é um lugar de alegria e ação de graças para o meu Deus, porque, por todas as suas ações, vocês estão me ajudando a preencher o que está faltando na aflição de Cristo, meu Salvador (Cl 1.24).

Admirado pela resposta de Amanuel, o comandante perguntou:

– Você está me dizendo que por causar toda essa dor e angústia em você, nós estamos ajudando-o?

–Sim! – respondeu Amanuel, – É exatamente o que estou dizendo. Por me manter neste lugar que vocês pensam ser um lugar de tortura, estão me ajudando a mostrar minha fiel aliança com meu Salvador, e eu os agradeço por isso.

Aparentemente essas palavras causaram grande perturbação ao comandante, que ordenou que Amanuel guardasse suas convicções para si.

Mantendo-se firme

Tibletsi é uma mulher cristã de cerca de 30 anos que vem sofrendo intensamente no campo militar de Mai Serwa nos últimos oito meses. Durante todo o período de sua prisão, ela está sozinha em um contêiner.

Um dia, o militar que a estava interrogando fez-lhe uma oferta. Se ela optasse por dormir com ele por uma noite, ela poderia sair do campo no dia seguinte, sem assinar os documentos dizendo que renunciaria sua fé. Segundo esses documentos, ela nunca deveria participar de atividades de igrejas evangélicas novamente.

Tibletsi perguntou ao militar se ele não temia a Deus. “Eu prefiro morrer em minha pureza e minha firme fé em Jesus do que vender meu corpo para você – o corpo, que foi confiado a mim como um lugar sagrado do Espírito Santo”.

O investigador estava aparentemente muito irritado e disse a Tibletsi que ele não entendia nada do que ela estava dizendo. “Você é louca, louca a respeito desse desconhecido e invisível Jesus!”. Para a ira dele, Tibletsi corajosamente respondeu: “Mas eu o conheci e o vi!”.

Aprendendo a ser um

Todavia, as bênçãos que Deus derrama sobre Seus filhos que estão sofrendo não são unicamente individuais. Ele também abençoa seus filhos em conjunto.

No capítulo 17 do Evangelho de João, Jesus orou pela unidade dos crentes, como membros do Corpo de Jesus Cristo. Todos nós concordamos com isso de todo o nosso coração, mas temos de confessar que nossa obediência nessa área não é como Deus e sua Sagrada Palavra requerem de nós.

Cristãos na Eritréia testemunham que é uma bênção especial ver como Deus está trazendo a unidade cristã por meio do sofrimento que eles vêm experimentando.

Um bilhete de um bem-sucedido líder de igreja que está na prisão diz:

Queridos irmãos em Cristo,

Nós, seus irmãos e pastores na prisão, somos agora um em unidade e harmonia na Igreja de Jesus Cristo. Deus miraculosamente nos uniu na prisão! O Senhor tem removido a pedra que estava nos separando por longo tempo e tem nos feito um na cadeia, para Sua glória. Quando o portão dessa prisão, onde nós estamos agora, se abrir para nos deixar voltar para vocês, nós teremos nos tornado um Corpo. Oramos para que vocês também nos dêem as boas-vindas como parte desta una e unida Igreja em Eritréia.

Com amor,
Seus servos na prisão.


Pedidos de oração:

1. Louve a Deus por dar socorrer seus filhos que sofrem por sua fé em terríveis prisões na Eritréia.

2. Agradeça ao Senhor por trazer unidade para seus filhos. Ore para que isso sirva de testemunho para os seus perseguidores e prisioneiros não crentes que estejam próximos deles.

3. Ore para que Ele continue a sustentar seus filhos para Sua própria glória.

Fonte:
www.portasabertas.org.br
Tradução: Carina Barbosa

Um comentário:

Suiane disse...

Poxa eu ñ tinha noção d como tinha cristãos q sofrecem tanto por amor a Cristo.E agora quero poder ajudá-los em oração.E tbm aqui deixar a paz pra eles e a vc e dizer q bom q Deus te usou para fazer esse blog.Deus te abençoe sempre.E a todos os nossos irmãos q estão na luta. Fica na paz rsrs