22 de fev de 2011

“Ler sem meditar é comer sem mastigar”


Meditar, no sentido cristão, significa considerar, mastigar, refletir, imaginar, estudar, murmurar, ter comunhão. Se você perseverar este hábito enriquecerá sua vida Cristã mais do que imagina..
A raiz da palavra meditação implica um processo ruminativo de uma digestão vagarosa das verdades de Deus. Isso envolve um pensamento concentrativo, dirigido. Meditação nas leis, obras, preceitos, palavra e pessoa de Deus.

A meditação é uma habilidade que pode ser treinada e praticada no sentido de aprendermos mais de Deus, sem grandes esforços, descansando.
Ela pode ser um excelente momento relaxante, de repouso, sem perder o estado de alerta. Além dos grandes benefícios que a meditação proporciona ao homem, tais como o desenvolvimento do raciocínio e da concentração, nela aprendemos a ficar a sós com Deus.

"Um processo espiritual e mental de se digerir textos bíblicos de tal maneira que eles se tornem parte ativa na vida da pessoa."

Muitas pessoas recomendam a meditação, mas não a de conteúdo bíblico.
A meditação mundana, esotérica ou oriental, visa esvaziar a mente, o que é muito perigoso, pois baixa nossa guarda e abre as portas para espíritos malignos. Nossa meditação precisa ser bíblica, genuinamente cristã.
A meditação bíblica inicialmente enche a nossa mente, depois o coração, com a palavra de Deus. Sempre têm sido uma parte importante na vida cristã.

O alvo da meditação cristã 
 
1) O cultivo constante de um relacionamento de amor e dependência do homem limitado com o seu único Deus – Maravilhoso, Criador, Onipresente, Onipotente, Onisciente e Ilimitado.

2) Entendimento das Revelações do Espírito Santo – Sabedoria, orientação, discernimento.

Os Benefícios Da Meditação
 
A meditação bíblica é um ponto de encontro com Deus e através dela podemos esperar revelações, crescimento espiritual, estímulo, coragem e discernimento que nos ajudarão também a inserirmos a verdade em nós. Com a prática da meditação bíblica, a Palavra será acolhida com entendimento e passará a habitar em nós.
Josué 1.8; Salmos 1.2,3; 119.99; Tiago 1.25; Mateus 12.35

Educar-se para ouvir a Deus

Para aprender a ouvir a voz de Deus, para conhecer as "pegadas do Senhor" e “a presença do Espírito que fala” é preciso sensibilidade espiritual e uma boa educação no "discernimento".

1- Parar - Diminuir o curso de atividades
Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra. Sl 46:10

Respondeu-lhe o Senhor: Marta, Marta, estás ansiosa e perturbada com muitas coisas;
entretanto poucas são necessárias, ou mesmo uma só; e Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada. Lucas 10:41-42

A meditação bíblica não pode ser feita com uma leitura rápida ou apressada. A pessoa tem que parar em cada frase ou até mesmo em cada palavra e deixar a mente embeber-se do que Deus está dizendo.

2- Concentrar-se - Ter atenção nos pensamentos – Silêncio e Lugar Tranqüilo são acessórios importantes.

3 - Não Esvaziar a Mente – A meditação cristã não aceita esvaziar a mente . Mente vazia é alvo fácil para a possessão demoníaca.
Quando alguém deixa a mente passiva, como ocorre com a meditação esotérica, a guarda da vontade ( Livre arbítrio) diminui consideravelmente o poder de resistência a qualquer tipo de força invasora. A mente vazia torna-se local privilegiado de ataques malignos.
A meditação cristã e bíblica jamais é direcionada a uma contemplação vazia de algum aspecto da natureza e, tampouco, direcionada à nossa própria intuição, pois o coração do homem é enganoso (Jeremias 17.9).

Faça uma meditação consciente, lúcido e num clima de muita espiritualidade.

4 - Direcionar os Pensamentos a Deus - A meditação cristã é sempre direcionada a Deus, Seus atributos, Promessas, às Suas obras maravilhosas, aos Seus sábios preceitos e à Sua Palavra Sagrada.


5 - Repetir, Decorar e Aplicar – Na meditação bíblica, o indivíduo deve não apenas ler a Bíblia, mas repetir a leitura diversas vezes e pensar repetidamente nas afirmações de Deus a nosso respeito. Quando saturamos a mente com as verdades encontradas na Bíblia , adquirimos um novo modo de pensar e uma nova forma de viver. Existe também o fator fé que vem sobrenaturalmente ao estarmos em contato com a Palavra.
Todo o poder de transformação começará a se desenvolver em nossa mente. UM novo e maravilhoso modo de pensar que se transformação num novo estilo de vida.

Por último deverá haver o esforço consciente de não apenas adquirir novos conhecimentos, mas de vivê-los.

"Quanto amo a tua lei! Nela medito o dia todo" (Salmos 119.97); "Na minha cama, lembro-me de ti; medito em ti nas vigílias da noite" (Salmos 63.6); "Tenho mais entendimento do que todos os meus mestres, pois medito nos teus estatutos" (Salmos 119.99); "Lembro-me dos dias antigos; medito em todos os teus feitos e considero a obra das tuas mãos" (Salmos 143.5).

Não há dúvida de que um dos melhores meios de vencermos uma tensão interior seja a mentalização de textos bíblicos relacionados com a paz, serenidade, tranqüilidade, calma, quietude e segurança. Pastos verdejantes, águas tranqüilas e refrigério para a lama.
A opção espiritualmente correta é meditar na Palavra de Deus, que conduzirá o ser humano pelo único caminho para a cura interior e vida eterna – Jesus Cristo. Você está cansado? Jesus disse: "Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei" (Mateus 11.28). Em Jesus encontramos paz e aprendemos a ouvir a voz do Espírito.


Autor: Denis Frota

Nenhum comentário: