29 de jun de 2009

Deus se Importa com o Nosso Corpo - Parte 3 - Transtornos Alimentares

29/06/2009
Por: Vanessa Lopes


Quando me olho no espelho, não consigo aceitar o que vejo.

Por que sou assim?

Por que a minha imagem me incomoda tanto?

Já sei... preciso emagrecer!




Algumas pessoas, se preocupam com a beleza exterior de tal forma, que a busca por um corpo perfeito acaba se tornando uma obsessão, levando muitos a desenvolverem sérios transtornos alimentares que são doenças de ordem emocional onde o paciente atinge um quadro de emagrecimento excessivo ou obesidade.

Essas doenças são desencadeadas por vários fatores, como a baixa auto-estima, a influência da mídia que todos os dias tenta nos fazer acreditar que a melhor pessoa é aquela que está dentro dos padrões de beleza e quem não se adequar está fora, não será notado. Outras pessoas desenvolvem esses transtornos ainda na fase escolar, quando a criança não consegue se sentir aceito pelo grupo porque os colegas de classe zombam da sua aparência física.

Muitas doenças iniciam exatamente com uma dieta aparentemente inofensiva e tomam proporções cada vez maiores, chegando ao ponto em que a pessoa não consegue mais pensar em outra coisa que não seja emagrecer.


Uma dessas doenças é a anorexia, que é causada por uma disfunção alimentar onde a pessoa não se alimenta regularmente.É caracterizada por baixo peso corporal, onde o doente tem um medo inexplicável de ganhar peso e ficar obeso, sempre acha que não emagreceu o suficiente. Envolve componentes psicológicos, fisiológicos e sociais. Além das dietas, o anorético também jejua, usa laxante, induz o vômito, toma diurético e faz exercícios físicos intensos.

O processo começa com uma dieta inocente para perder alguns quilinhos e termina com a recusa em alimentar-se. Quanto mais se insiste para que a pessoa se alimente, mais ela se isola do convívio social e esconde o corpo esquelético debaixo de roupas largas para disfarçar.

As modelos são as principais vítimas dessa doença, pois fazem qualquer sacrifício para se manter dentro dos padrões exigidos pelas agências.

Na maioria dos casos, a pessoa morre por inanição, suicídio ou desequilíbrio dos componentes sanguíneos.


No caso da bulimia, a pessoa possui uma necessidade de comer compulsivamente e depois se sente culpada e utiliza seus próprios métodos para eliminar tudo o que comeu. O vômito é a forma mais utilizada por essas pessoas, mas também fazem uso de diuréticos, laxantes e exercícios físicos em excesso. Essas pessoas também sofrem com medo da obesidade.


No sentido contrário da anorexia e da bulimia, encontramos os comedores compulsivos, que são pessoas ansiosas, deprimidas, solitárias e com baixa auto-estima que desejam a comida incontrolavelmente como forma de substituição afetiva inconsciente, relacionando a comida com o prazer, comendo até a exaustão e nunca ficam satisfeitos.

Quando param de comer, eles choram e se sentem culpados por ter comido tanto, mas diferente dos bulímicos, os comedores compulsivos não provocam a eliminação do que foi ingerido.

Essas pessoas desenvolvem várias doenças por causa dos exc

essos na alimentação, como a obesidade, hipertensão, colesterol alto e diabetes.


Existe ainda a síndrome do comer noturno, que são aquelas pessoas que atacam a geladeira durante a madrugada. Essas pessoas não se

alimentam bem durante o dia e compensam isso à noite, quando não tem ninguém olhando. Eles também sentem culpa quando param de comer.


O padrão de beleza faz com que todos os seus seguidores se tornem pessoas iguais, saídas da mesma fôrma, com o mesmo tipo físico, o mesmo tipo de cabelo o mesmo modo de se vestir. E onde fica a beleza individual de cada um?


Deus nos criou a sua imagem e semelhança, e viu que isso era bom.

Deus fez cada pessoa com suas características próprias, com um brilho próprio e precisamos nos aceitar. Essa também é uma forma de aceitar a vontade de Deus.


E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

Romanos 12:2


Não é que não tenhamos que cuidar da nossa aparência, isso é muito bom e saudável quando feito normalmente, quando isso não afeta as nossas vidas de modo que nos tornamos escravos dos tratamentos de beleza, quando não faz a pessoa se sentir angustiada pelo que vê refletido no espelho, fazendo da busca pelo seu ideal de beleza o principal objetivo de vida.


A carne não pode ser mais valorizada do que o espírito

Como Salomão escreveu no livro de Eclesiastes: tudo isso é vaidade!

Vaidade é uma busca intensa por aquilo que é vão. Temos que colocar o nosso foco naquilo que realmente é importante e mais valioso do que a aparência física (carne), que é a nossa beleza interior (espírito).


Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.

Gálatas 5:16


Não podemos permitir que a nossa vaidade cresça a ponto de afetar a saúde do nosso corpo, não podemos esquecer que ele é o templo do Espírito Santo de Deus.

Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?

I Corintios 6:19


Em tudo deve haver um equilíbrio, até na nossa alimentação.

A bíblia nos orienta que devemos ter cuidado com a glutonaria, que é Excesso na comida e na bebida.


invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.

Gálatas 15:16


Também devemos cuidar do nosso equilíbrio emocional, pois esse é o desencadeador principal de todos os tipos de transtornos alimentares.


Guardai-vos, para não suceder que os vossos corações fiquem pesados com o excesso no comer e no beber e com os cuidados desta vida, e que aquele dia venha sobre vós de repente como um laço;

Lucas 21:34


Jovem, não se torne escravo de um padrão de beleza criado pelos homens, aprenda a se amar do jeito que você é, pois Deus fez cada pessoa para ser única, com suas próprias características.

Quem realmente te ama, com certeza te aceitará da maneira que você é.

Será que não está faltando você se amar um pouco mais?

Pense nisso e viva uma vida melhor, crie hábitos saudáveis e seja feliz consigo mesmo(a) e com o Senhor.

A bíblia diz que quando estamos alegres, nos tornamos mais bonitos:


O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o espírito se abate.

Provérbios 15:13


Então permita que a alegria que vem do Senhor modifique a sua vida e a sua maneira de se ver.


Desvia os meus olhos de contemplarem a vaidade, e vivifica-me no teu caminho.

Salmos 119:37

Nenhum comentário: